Visualizando categoria: Categorias de Base

Visualizando categoria: Categorias de Base

MGN promove palestra do Projeto Futebol: Que Negócio É Esse?

Ontem à noite, o Movimento Grêmio Novo promoveu a terceira edição do “Projeto Futebol: Que Negócio é Esse?”. O evento discutiu a captação e formação de atletas nas Categorias de Base, tendo como palestrantes profissionais do Grêmio FBPA na área, Francisco Barletta (Coordenador de Captação das Categorias de Base do Grêmio) e Gustavo Fragoso (Auxiliar Técnico dos Juvenis do Grêmio).

Nesta edição em formato Pocket, para consumo interno dos integrantes do MGN, e convidados dos outros movimentos políticos do clube, discutimos entre outros temas, o entendimento do mercado e do processo de formação, os agentes envolvidos na captação, a divisão de mercado, bem como as tendências de captação e perfil de atletas.

O “Projeto Futebol: Que Negócio é Esse?” tem a intenção de criar uma cultura de produção de conhecimento científico, acadêmico e sistemático, tendo por objetivo mostrar as boas práticas de administração do futebol.

Na primeira edição do Projeto em 2011, em formato de seminário aberto ao público em geral, contamos como palestrantes o ex-dirigente e multicampeão pelo São Paulo, Marco Aurélio Cunha e o ex-atleta e atualmente executivo de futebol Sandro Blum. No ano passado, o tema foi a Justiça Desportiva e os Clubes de Futebol, com os debatedores Dr. Carlos Schneider (procurador do STJD), Dr. Juliano Ferrer (auditor do TJD-RS) e Dr. Gustavo Pinheiro (diretor jurídico do Grêmio na época).

Outro grande Seminário aberto ao público, está sendo programado para os próximos meses, na busca de institucionalizar a produção de informação, aliando profissionalismo e experiência, para que ela seja cada vez mais respeitada e aplicada ao futebol, tratando o esporte, antes de mais nada, como um negócio, no qual o principal capital são os títulos.

Saudações tricolores!

Movimento Grêmio Novo

Precisamos de um novo modelo para a gestão de futebol

No projeto construído pelo Movimento Grêmio Novo que servirá de base para as futuras ações a serem tomadas pelo grupo, a gestão do futebol do clube é item fundamental e um dos pontos desenvolvidos com maior detalhamento.

A principal meta do departamento de futebol deve ser a de seguir o Planejamento Estratégico do Clube com objetivo de retomar os caminhos das vitórias, unindo o principal departamento da instituição aos demais, o que no atual modelo não ocorre. Tal ação requer readequação, estabelecendo-se políticas sólidas e consistentes, e, primordialmente, integração do futebol profissional às categorias de base. Necessitamos resgatar a qualificação desta categoria, de forma a viabilizar a natural sucessão e promoção de atletas entre as mesmas, reduzindo-se, assim, os custos que envolvem o contínuo investimento no departamento de futebol profissional.

A viabilidade econômica do Clube não pode ficar à prova por iniciativas pessoais e distantes dos anseios da grande e apaixonada torcida Tricolor: patrimônio indissolúvel do clube. O Grêmio precisa reencontrar seu conjunto competitivo e aguerrido de outrora, mas para isso é necessário um trabalho sério de longo prazo, porém evolutivo. A nossa identidade deve ser fortalecida e a estagnação deixada de lado. O momento de definirmos e alcançarmos o horizonte é hoje!

Saudações tricolores!

Movimento Grêmio Novo

Equipe Sub-11 é campeã em Alegrete

A equipe Sub-11 da Escolinha de Futebol do Grêmio sagrou-se campeã do Torneio Efipan de Primavera. Na final, disputada ontem à tarde em Alegrete, o Grêmio derrotou os argentinos do Velez Sarsfield pelo placar de 1×0. O certame contou ainda com a participação do Internacional, Peñarol, Barcelona de Lujan e do Flamenguinho de Alegrete.

O título corou uma excelente campanha de nossos meninos, que conseguiram cinco vitórias e apenas uma derrota na fase classificatória. Na semifinal, derrotamos o SCI no Gre-Nal por 1xo. Nossa equipe teve ainda o goleador do Torneio e o goleiro menos vazado. Este é o segundo torneio importante conquistado por esta categoria em 2011. Em julho, a equipe conquistou o Torneio Internacional de Córdoba, na Argentina.

Plantel campeão

O Movimento Grêmio Novo parabeniza seus integrantes Fábio Andretta, Flávio Vasconcellos, Tomás Hartmann, Nilton César Lima e Ricardo Vogt, que estão à frente da direção técnica e administrativa da Escolinha de Futebol do Grêmio. Parabenizamos também todos os nossos futuros craques do plantel e a comissão técnica da equipe Sub-11, liderada pelo treinador Cezinha, Coordenador Técnico William e Supervisor Cristovão Salazar.

Comissão Técnica da equipe Sub-11

Saudações tricolores!

Movimento Grêmio Novo

 

Relato da Copa do Brasil Sub-15

Entre os dias 02 e 14 de julho, como representante da direção de futebol da categoria de base do Grêmio, pude acompanhar a Copa do Brasil Sub-15, sede Apucarana-PR, que contou com 20 clubes nacionais de ponta na formação de jovens valores.

Com atuação destacada o elenco tricolor ficou em quarto lugar, atrás somente de Cruzeiro, São Paulo e do Campeão Santos. Ressalto a presença do ex-atleta e agora coordenador técnico da base, João Antônio, que com sua expêriencia e formação acadêmica soube conduzir em todos os momentos o grupo. A Grande afirmação neste compeonato foi da dupla da
casamata gremista, Gustavo Fragoso e Anderson Sedrez.

Fico grato a direção do clube, na pessoa do assessor Juarez Jover, pela oportunidade de poder viver este momento junto da delegação, que soube representar o modelo Grêmio de comportamento e de jogo nas quatro linhas.

O Grêmio está de parabéns pela qualidade de seus profissionais.

Alessandro Alves dos Santos

Conselheiro do Grêmio FBPA e integrante do MGN

Relato da Escolinha do Grêmio – Torneio de Córdoba

As seleções Sub-10 e Sub-11 de nossa Escola de Futebol tiveram um desempenho formidável no Torneio Internacional de Córdoba, Argentina. A começar pelo Goleador da Competição na categoria 2001, nosso atleta FELIPE SIEDEKUN, com cinco gols, além do goleiro menos vazado LUCAS JACOBSEN, com apenas um gol tomado.

Da mesma forma, na equipe 2000 tivemos o atleta  DOUGLAS TONHOLO (Dodô) como goleiro menos vazado, com apenas um gol tomado e o goleador da competição LÉO CHU, com sete gols, sendo dois destes tentos na partida final contra o Belgrano. Na Sub-10, equipe recém formada, com apenas três meses e meio de treinamento, logramos a terceira colocação, com 11 gols marcados e apenas um sofrido. Já na equipe Sub-11, que vem com uma base do ano anterior, foi alcançado o objetivo traçado do título, onde foi apresentado um futebol altamente técnico e ao mesmo tempo, competitivo.

Mas o principal motivo de termos investido na participação de nossas equipes nesta competição internacional, foi dar experiência à meninada, os  quais com toda a certeza, retornarão muito mais amadurecidos e “cascudos” , com a vivência em solo internacional, longe da família e noutro país.  Parabenizamos toda a comissão técnica Sub-10 (DUDÚ, FELIPE, DINAEL e DANIEL), por ter alcançado a terceira colocação dentre 36 equipes, bem como, a Comissão da equipe Sub-11 (CESINHA, CLEBER, ROBERTO e DANIEL) pelo título internacional alcançado num total de 32 participantes.

Agradecemos ainda aos Coordenadores e Supervisores WILLIAN e CRISTÓVÃO, e principalmente aos senhores pais e responsáveis, pela confiança depositada na Escola de Futebol do GRÊMIO FBPA, confiando-nos a vida de seus filhos a nossos cuidados, por mais de uma semana, em solo estrangeiro.  Por fim, voltaremos a nossa Porto Alegre querida de cabeça erguida, e tranquilos pelo fato de toda a delegação ter representado muito bem o nosso GRÊMIO.

Direção da Escola de Futebol do Grêmio.

Imortal Tricolor

A imortalidade gremista, tão propagada entre nossa torcida e lembrada nos momentos gloriosos e também nos mais difíceis, é real, mas não se manifesta apenas em campo. Ela transcende as quatro linhas e ultrapassa fronteiras! Esse é o testemunho de quem, acompanhados dos Conselheiros Fábio Andretta e Flávio Vasconcellos, companheiros da Direção da Escola de Futebol do Grêmio, acompanha as seleções Sub-10 e Sub-11, as primeiras categorias competitivas do tricolor e formadoras dos futuros craques, em torneio em Córdoba, Argentina, a segunda maior cidade do país.

É comovente e gratificante para nós, mais como torcedores do que como dirigentes, ver como um uniforme de viagem, uma camisa, uma bandeira ou uma simples toalha enrolada ao corpo, desde que identificada com as cores e símbolo do tricolor, faz com as que pessoas os saúdem, que os organizadores da competição te tratem como OS MELHORES, que crianças digam ser torcedores do Grêmio, que pais solicitem fotos para os filhos gremistas. Exemplos, em dois dias, temos aos montes: na alfândega, os guardas solicitaram fotos com parte da delegação (isso às duas da madrugada), fomos os únicos dirigentes das equipes participantes a ser recebidos pelo presidente do clube organizador, o Talleres, hoje na terceira divisão, mas campeão da Copa Conmebol em 1999, estamos no melhor alojamento, uma guarnição militar com segurança 24 horas, tivemos atendidas solicitações de disponibilização de ônibus para traslado entre o local dos jogos e o alojamento, visto que nosso ônibus é excessivamente grande e o deslocamento é mais complicado.

Além disso, a todo momento somos solicitados para fotos com crianças e adultos. Outros dizem que somos os mais argentinos dos brasileiros, demonstrando conhecimento de nosso estilo de jogar e de torcer.  Enfim, talvez não tenhamos noção exata do nossa grandeza e imortalidade e, para os marqueteiros, do nosso potencial em outros países. Nos adoram e, para finalizar, aqui em Córdoba são extremamente hospitaleiros e gentis, contrariando a impressão popular sobre os hermanos.

Tomás Hartmann

Conselheiro e Diretor da Escola de Futebol do Grêmio

Página 1 de 212